quarta-feira, setembro 12, 2007

Revista Junior


A primeira edição da revista JUNIOR deu uma escorregadinha no prazo e não chegou, como previsto, às bancas nesta segunda-feira, 10/9. Como a redação do Mix recebeu uma quantidade algo assustadora de e-mails sobre o assunto, avisamos que ela chegará, quentinha e linda, nesta quinta-feira, 13/09. Antes disso, na quarta-feira, 12/09, o site da revista entrará no ar e nele haverá um link para quem quiser comprar a revista via internet ou assiná-la.

Adiantamos aqui alguns destaques do site

6 bailarinos profissionais foram chamados para contar suas histórias. Seis estilistas jovens foram convidados para criar peças para eles levando em conta elementos como a flexibilidade e elasticidade de seus corpos. O resultado é um editorial cheio de lirismo.

O melhor de vestir e poder despir-se

3 comentários:

Fuinacasadasimonehoje disse...

Nossa, muito gato o homi da capa! PQP !!! Aí eu choroooooo, ai aiiiiii !!!!

Lívio disse...

Essa revista vai estar a venda nas bancas?

NUCOOL-MICROPODERES disse...

O GAY SEM PINTO, de ANDRÉ FISCHER
... ou os filhos mais queridos do Capitalismo de Ficção!


O capitalismo de ficção descobriu que, apesar que gastarem muito com a boate, a academia, a underwear e o dealer, tem sobrado dinheiro nas mãos da frágil comunidade gay. Não é a toa que a Editora Abril está de olho nesse mercado, assim como a Editora Peixes e a revista Júnior, recém lançada no mercado para os moradores de Ipanema, Moema e Jardins.

Quando eu disse a minha mãe que fazia sexo com outros homens, ela me disse que eu poderia fazer o que quisesse da minha vida, mas que ela não gostaria de ver esse meu estilo de vida de perto*.

Parece que a sociedade não mudou muito, mesmo entre os heteros mais amistosos, a sensação de desconforto é visível, quando duas pessoas do mesmo sexo, deixam o discurso intelectual e partem para o contato físico, sejam simples beijos e abraços.

A Rede Globo, criou os gays mais idiotamente perfeitos na atual novela das 8. Lindos, másculos, amigos, bem sucedidos, mas sem a manifestação dos desejos da carne. A revista JÚNIOR, também purificou os gays, e lançou o Gay sem Pinto.

O capitalismo de ficção, disse, tá bom vocês podem ser gays, querem sair na marginalidade? Mas eu dito as regras de como vocês devem se comportar. Quero vendê-los ao mercado. Quero o dinheiro de vocês. Mas só os de tórax perfeito e sedutores (como diria a minha amiga Abusada: SÓ AS TETUDAS!). Ok, podem ser artistas e exêntricos. Mas sem pintos! Essa é a fórmula da revista Júnior, que apostou nos descamisados!
A revista é graficamente linda e não podemos deixar passar a presença de Stéphane Malysse e David Le Breton nesta edição. Claro que já antes citados no PÓS-GAY da NUCOOLEXPERIENCE: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1354445

Meus agentes infiltrados nessas editoras, me contaram que o discurso da cúpula é não apresentar o "gay genital", porque os homens heteros que administram o dinheiro, não gostam de pinto. Para nós leitores, o discurso vem maquiado num tal de "não explícito", mas erótico! Não que eu precise de uma revista para ver homens nus, o papel nunca foi meu fetiche. Tão pouco preciso de uma revista gay! Como disse Dani Umpi, na revista Júnior, acredito na mescla de mundos e não gosto de guetos. O mundo mudou e ter como referência as revistas Têtu, Out ou a Zero isso ficou nos anos 90! O que vc faz com seu corpo interessa muito pouco, quero saber como admistrar a vida nesses novos tempos!

A fórmula editorial original da respeitada revista dos "machos", a Playboy, sempre foi conciliar bons textos com peladonas mostrando a buceta, sem medo. Isso é atitude, poder e política!
Por que o sexo e o corpo heterossexual é elevado a condição de artístico e o corpo gay, os próprios gays acreditam ser vulgar? Será que esses oportunistas, disfarcados de militantes querem fazer algo realmente político ou somente lançarem livrinhos de culinária e revistinhas adequadas para encherem o bolso de dinheiro rosa?

Se vc é um junior, recém-chegado ao mundo cor-de-rosa, não muito adequado aos padrões caucasinos white impostos por André Fischer, corra para o supino e ao cirurgião plástico, pois não sobreviverá ao próximo milênio!

Inteligente é não consumir o que vc encontra de graça no mundo virtual!
PASOLINI:
http://www.youtube.com/watch?v=vvedmE74MNc&mode=related&search=


* Anos depois, minha mãe se arrependeu da frase e meu pai tem mais amigos gays do que eu! O texto foi escrito sob o espírito do vinho sul africano ORACLE-SHIRAZ, vendido no Pão de Açúcar.